Cemig e Copasa suspendem cortes, vão permitir parcelamento e podem prorrogar vencimentos

O objetivo é amenizar os impactos da crise provocada pelo coronavírus para famílias de baixa renda

publicado em 24/03/2020,


Os cortes de água e energia como adiantou o Patos Hoje foram suspensos

O governador Romeu Zema anunciou, em coletiva de imprensa transmitida ao vivo nessa segunda-feira (23), medidas de flexibilização para o pagamento de contas da Cemig e da Copasa. O objetivo é amenizar os impactos da crise provocada pelo coronavírus para famílias de baixa renda, hospitais públicos e filantrópicos e microempresas que precisaram suspender as operações em decorrência das medidas de contenção da pandemia.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

Os consumidores da Cemig que estão cadastrados como Tarifa Social de Energia Elétrica terão garantia do fornecimento e poderão ter a conta parcelada em até seis meses sem pagar multas e juros. A medida também inclui a flexibilização do pagamento de contas e garantia do fornecimento de energia para hospitais filantrópicos e públicos, bem como unidades de pronto atendimento. O parcelamento dos débitos em seis vezes se estende ainda aos consumidores comerciais classificados como microempresas, que tiveram que paralisar suas atividades em função das restrições de funcionamento decretadas pelo Estado. Essa medida atenderá os clientes que formalizarem a solicitação junto à Cemig pelos canais virtuais da empresa. As medidas valem até 30 de abril e poderão ser reanalisadas conforme o andamento da crise do coronavírus.

Romeu Zema orientou que municípios atendidos por outras concessionárias de energia reproduzam a medida em suas localidades. “Solicito que aquelas cidades que tenham outras fornecedoras de energia façam o mesmo com os clientes que possuem tarifa social. É uma questão de necessidade. Estamos em um momento difícil e as pessoas precisam de ajuda”, destacou.

No caso de atendimento da Copasa, os clientes beneficiários da Tarifa Social não terão seu abastecimento suspenso até o dia 20/4, assim como não haverá a incidência de juros e multas por conta de atraso no pagamento.

Os clientes comerciais dos ramos de atividade paralisados, citados na deliberação estadual, com contas com vencimento cujo prazo seja até 20/4/2020, terão prazo para pagamento prorrogado para 20/5/2020. Já os que receberam aviso de suspensão de abastecimento entre os dias 23/2/2020 e 20/3/2020 terão o prazo para pagamento prorrogado para 20/4/2020.

Tarifa Social

A Tarifa Social de Energia Elétrica é caracterizada por descontos incidentes sobre a fatura de famílias de baixa renda. Para ter direito ao benefício, as famílias devem atender a um desses três requisitos:

- estar inscrita no Cadastro Único do governo federal – CadUnico, com renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa; ou

- estar inscrita no Cadastro único do governo federal – CadUnico, com renda mensal de até  três salários mínimos, que tenha portador de doença ou patologia cujo tratamento ou procedimento médico requeira o uso continuado de aparelhos elétricos; ou

- ter algum membro familiar que receba o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social -BPC.

Já a inscrição na Tarifa Social da Copasa requer que:

- a unidade usuária seja classificada como residencial;

- a família seja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico);

- a renda per capita mensal familiar seja menor ou igual meio salário mínimo nacional.

Gasmig

Romeu Zema anunciou ainda a concessão de um desconto de 5% sobre o gás industrial e de 5,95% no gás natural veicular, o que vai beneficiar, principalmente, motoristas de taxi e de aplicativos de transporte. “Com isso, esses profissionais terão um alívio nas despesas com que arcam atualmente”, explicou.

Recursos

Outra medida anunciada pelo governador nesta segunda-feira (23/3) foi a realocação de R$ 50 milhões para o orçamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). “Esse recurso será utilizado na reestruturação de leitos, para que, caso a crise venha a se acentuar, o que é esperado, nós tenhamos mais estrutura em todo o estado. Além disso, esse recurso servirá para a compra de equipamentos”, explicou.

Transporte rodoviário

Romeu Zema também destacou que, por enquanto, somente o transporte de ônibus de passageiros será interrompido no estado e é importante manter o transporte de cargas para garantir o abastecimento.

“O transporte de carga não pode sofrer nenhuma restrição. Muitos caminhões estão ficando parados porque precisam de uma borracharia ou de uma peça e o comércio está todo fechado. Precisamos lembrar que nós recomendamos que apenas o comércio não essencial feche as portas. Aquele que atende prestadores de serviço, como caminhoneiros, precisa funcionar. Se pararmos o fluxo de caminhões, pode faltar alimento, medicamentos e até água tratada. Os caminhoneiros precisam ser muito valorizados neste momento, porque estão mantendo a sociedade abastecida”, enfatizou.

Fonte: Agência Minas

Postado em 24/03/2020
Compartilhe:

11 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Fernanda | 1 semana, 4 dias atrás

    Sem falar que as próximas contas vão vir muito mais altas , porque não saímos pra trabalhar,estudar. Então será mais gastos com energia e até mesmo com água e aí?

    2 0 Responder

  • Rosângela | 1 semana, 5 dias atrás

    Eu queria saber ...se vcs vão esperar todos nós tbm que não tem tarifa social...pq nos que trabalhamos por dia estamos sem trabalhar.minha conta de 100 pulou pra 263,00.

    14 0 Responder

  • Silver | 1 semana, 5 dias atrás

    A Cemig ainda está cobrando bandeira vermelha, com essa chuvarada toda os reservatórios estão com seus níveis normal, a represa de três Marias está acima do nível e os larápios cobrando bandeira vermelha.

    23 0 Responder

  • OBSERVADOR | 1 semana, 5 dias atrás

    Em fim os caminhões e seus motoristas passam a ser vistos como atividade essencial . Segundo é que COPASA, CEMIG, GASMIG, não estão fazendo favor algum e nem contribuindo com consumidor já que daqui 60 dias as contas acumuladas teram ser pagas ou divididas com valores mais altos (consumo elevado devido maior numero pessoas em casa) e compensação da falta faturamento do comércio fechado. O consumidor sem receber, endividado, não vai dar conta.

    11 0 Responder

  • Zequete | 1 semana, 5 dias atrás

    Agora tem q valorizar os caminhoneiros né, qndo eles fazem greve pra melhorias de sua classe, governo tá nem aí pra eles

    19 1 Responder

  • Nílson | 1 semana, 5 dias atrás

    Agora é hora da Copasa devolver o que tem nós roubado taxa de esgoto e a Cemig baixar valores pq reservatórios estão cheios... Mas aqui em Patos os vereadores tem o rabo preso com essa roubalheira..

    24 3 Responder

  • mariinha | 1 semana, 5 dias atrás

    Pena que seja apenas pra família de baixa renda, daí quem ganha pouco e não se encaixa vai pagar como? Sem trabalho e sem dinheiro fica complicado! :cry: :cry: :cry: :cry:

    40 0 Responder

    Dúvida - 1 semana, 5 dias atrás

    Essa é minha dúvida tbm , não tenho cadastro mais como vou me virar pra pagar, a ajuda tem que ser pra todos ...

    18 0

    Baixinho - 1 semana, 5 dias atrás

    Acho que isso deveria ser era para todos pq tem muitos que nao estão desempregados e nao ppde sair de casa enataum vai pagar como. Outro detalhe e qm paga prestacao de casa como os bancos vao fazer.

    6 0

  • Maria | 1 semana, 5 dias atrás

    Isso é lindo ???????????? mais não justifica o aumento abusivo deles minha conta de energia subiu de 60,00 pra 140,00 de um mês pro outro. Agora imagina se eu parcelo ela em 6x e parcelo as próximas que bola de neve não seria????? Isso não está certo não! Se nossos salários não são pagos ou reduzidos o certo seria reduzir o consumo ou não cobrar pelo serviço afinal a Cemig e Copasa nós roubam sempre a ação de não nos cobrar seria um favor devolvendo nosso suado dinheiro

    24 0 Responder

    Silver - 1 semana, 5 dias atrás

    A minha conta de energia subiu de 82 pra 176,24 $ de um mês pro outro, o governo anunciando inserção nas contas e água luz e gaz, a cemig dobrando o valor da conta.

    7 0