Casos confirmados de coronavírus no Brasil vão a 904, com 11 mortes, diz ministério

Funcionário da startup de saúde Hi Technologies trabalha numa bateria de testes de diagnósticos de coronavirus.

publicado em 21/03/2020,


 

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil chegou a 904 nesta sexta-feira, alta de 283 em relação à véspera, informou o Ministério da Saúde, que contabiliza ainda nove mortes em decorrência do Covid-19 no país.

Segundo a pasta, o Estado de São Paulo segue com maior número de infecções confirmadas, 396, avanço de 110 na comparação com quinta-feira, enquanto os óbitos no Estado somam nove. O governador João Doria (PSDB) assinou decreto que coloca São Paulo em estado de calamidade pública.

Na sequência, o Rio de Janeiro tem 109 casos confirmados, ante 65 na véspera, e duas mortes. Em todo o país, 24 Estados e o Distrito Federal registraram casos confirmados da doença. Apenas Maranhão e Roraima não têm nenhuma infecção confirmada, segundo dados da pasta.

Pelas previsões do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o Brasil deve ter um rápido avanço do número de casos, o que pode fazer com que o sistema de saúde entre em um eventual colapso em abril. Ele espera um “platô” na contagem de infecções em julho, e uma queda brusca em setembro.

“Nós temos um sistema de saúde presente, nós conseguimos amenizar o atendimento. Nós temos um tempo para ganhar. Nós temos aí 30 dias para que a gente resista razoavelmente bem, com muitos casos, dependendo da dinâmica da sociedade”, afirmou Mandetta.

“Mas claramente ao final de abril nosso sistema entra em colapso... Colapso é quando você pode ter o dinheiro, pode ter o plano de saúde, pode ter a ordem judicial, mas simplesmente não há sistema para você entrar”, acrescentou.

Fonte: Reuters

Postado em 21/03/2020
Compartilhe:

0 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.