Caso de mulher que se jogou de veículo na BR365 ao ser agredida pelo ex é investigado

A mulher foi encontrada desacordada.

publicado em 12/07/2019, por Farley Rocha


Caso de mulher que se jogou de veículo na BR365 ao ser agredida pelo ex é investigado

 

Uma mulher de 33 anos teve que ser socorrida em Patrocínio após ser encontrada ferida e desacordada às margens da BR365. Ela teria pulado do carro em movimento ao ser agredida pelo ex-companheiro, contra o qual já havia sido registrada ocorrência por agressão. O caso segue sendo investigado pela delegacia da mulher.

De acordo com informações da Polícia Militar, nessa quarta-feira (10) em Patrocínio, por volta das 13h10, a Polícia Militar foi solicitada via 190 a comparecer no Pronto Socorro Municipal, onde a guarnição do Corpo de Bombeiros informou que havia socorrido a vítima às margens da BR365-km 467, sendo que ela teria se jogado do veículo em movimento e apresentava ferimentos diversos.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

A vítima reside em uma fazenda na região de Macaúbas de Baixo. Ela contou que em conversa por meio do aplicativo messenger com o seu ex-amásio, V. A. S. de 40 anos, ela aceitou uma carona. Já em Patrocínio, os dois beberam juntos em um bar próximo ao terminal rodoviário e posteriormente entraram no carro novamente, sobre o pretexto que o autor iria buscar seu filho em um determinado local.

No entanto, o autor direcionou seu veículo para a BR365, sentido a cidade de Guimarânia e, por motivo não sabido, disse que iria levar a vítima até um local e a mataria. Neste momento passando a agredi-la com socos e até utilizando-se de um facão, aplicando golpes com o cabo do facão em sua cabeça.

Em dado momento, diante as agressões e o medo da ameaça do ex, a vítima saltou do veículo em movimento, ainda na BR365, próximo ao km 467, tendo o autor tomado rumo ignorado e a vítima sido socorrida posteriormente pela viatura do Corpo de Bombeiros de Patrocínio, sendo encontrada desacordada e retomando os sentidos logo após o início do atendimento.

A vítima recebeu atendimento no Pronto Socorro Municipal, apresentando um corte grande na testa e demais ferimentos com gravidade não sabida, uma vez que existia suspeita de fratura na coluna e nos membros superiores. Destaca-se o fato de já existir uma ocorrência policial de lesão corporal registrado pela vítima em desfavor do autor, na data 07/05/2019.

Em posse das informações supracitadas, estão sendo realizadas buscas no intuito de localizar o autor, inclusive pela patrulha rural, também na região de Macaúbas de Baixo, onde ele reside atualmente. A vítima foi orientada a tomar as medidas cabíveis na delegacia da mulher, solicitando uma medida protetiva em desfavor do autor, sendo que este até o momento ainda não foi localizado.

Autor: Farley Rocha Postado em 12/07/2019
Compartilhe:

5 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Trouxa | 2 dias, 11 horas atrás

    A melhor medida protetiva será ela não ir pro bar beber cachaça com ele. Pra mim mulher que apanha uma vez e não tem vergonha na cara é vagabunda, gosta de apanhar e se fazer de coitada..

    27 16 Responder

    Jackeline - 2 dias, 7 horas atrás

    Fala isso nao ! Nao e atoa que seu nome e troxa ne ? O que acontece dentro de casa so quem vive sabe , nao julga nao , cuida so da sua vida ;)

    17 20

    observador - 1 dia, 6 horas atrás

    Por acaso vc jackeline e a irresponsavel, a ... da trama acima pra estar assim tao nervosa?

    2 3

  • Injuriado | 3 dias, 2 horas atrás

    A única medida protetiva que pode salvar uma mulher e uma automática na cintura o resto é perder tempo o desgraçado vai onde ela tá mata e fica por isso.mesmo

    35 5 Responder

    Dupla de pé de cana - 2 dias, 23 horas atrás

    Mas cachaceira não consegue atirar. A tampa deve ser igual o balaio.

    19 11