Bolsonaro defende filho em embaixada dos EUA: "tem vivência internacional e frita hambúrguer"

A possível nomeação de Eduardo Bolsonaro como embaixador nos EUA causou perplexidade no Itamaraty.

publicado em 16/07/2019,


O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender nesta terça-feira a indicação do filho Eduardo Bolsonaro para ocupar a embaixada do Brasil em Washington, e aproveitou argumentos do próprio filho, afirmando que o deputado tem vivência internacional e “frita hambúrguer também”.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Actual Hospital - Especial Notícias

A possível nomeação de Eduardo Bolsonaro como embaixador nos EUA causou perplexidade no Itamaraty e foi criticada nas redes sociais, inclusive por apoiadores do presidente e de seu filho, que não tem formação de diplomata.

Bolsonaro, no entanto, tem defendido a nomeação, e voltou a apoiar Eduardo na manhã desta terça-feira ao ser questionado por repórteres antes de reunião ministerial no Palácio da Alvorada.

“Eduardo é meu filho. Fala inglês, fala espanhol, tem uma vivência internacional muito grande. E frita hambúrguer também, tá legal?”, disse Bolsonaro, fazendo referência a uma declaração do próprio filho sobre experiência de ter morado nos EUA.

Bolsonaro confirmou na semana passada que considerava o nome do filho para a embaixada, mas que Eduardo precisava aceitar.

Em entrevista, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) confirmou que aceitaria a indicação e renunciaria ao mandato caso fosse indicado oficialmente.

Questionado sobre a falta de experiência para ocupar o cargo e possível caso de nepotismo se for realmente indicado para o cargo, Eduardo Bolsonaro defendeu seu currículo.

“Tenho um trabalho sendo feito, sou presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara, tenho uma vivência pelo mundo, já fiz intercâmbio, já fritei hambúrguer lá nos EUA, no frio do Maine, no frio do Colorado, aprimorei meu inglês, vi como é o trato receptivo do americano com os brasileiros”, disse.

Na segunda-feira, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, afirmou que Bolsonaro ainda avalia a indicação do filho para a embaixada brasileira em Washington, e defendeu que a indicação é “legalmente viável”.

Fonte: Reuters

Postado em 16/07/2019
Compartilhe:

4 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Indignada | 1 mês, 1 semana atrás

    Por causa de uns imbecis todos nos pagamos o pato e o pais virou chacota.A que ponto chegamos...

    4 1 Responder

  • Queiroz, bichinho de estimação do Bozo | 1 mês, 1 semana atrás

    Cadê o Queiroz?

    4 2 Responder

  • sai fora | 1 mês, 1 semana atrás

    Familia Bolsonaro se especializando em criar uma nova polêmica por dia. Todo dia uma palhaçada nova e mais um motivo pra nos envergonharmos e anos arrepender do voto. Não achava que seria possível um presidente pior que a Dilma. A cada dia , vejo como me enganei.

    13 2 Responder

    Debochador - 1 mês, 1 semana atrás

    A Dilma manteve os programas em andamento e conseguiu com medidas de aquecimento do mercado interno a chegarmos pela primeira vez ao Pleno Emprego. Se não fosse o Golpe não estávamos nessa penúria. Todos que não sejam milionários ou tem cargos no primeiro escalão, estão sofrendo o efeito desastroso da Ponte para o Futuro. A classe Média de Camisa da CBF serão os maiores atingidos, pois confiavam nos seus rendimentos e se endividaram e agora não tem como pagar. O Bozo é apenas o Temer mais bronco.

    8 1