Bolsa Família reduz pobreza e desigualdade em 15 anos

Balanço dos efeitos do programa aponta redução de 15% da pobreza e de 25% da extrema pobreza entre os beneficiados

publicado em 07/08/2019,


O Bolsa Família é a transferência pública que mais alcança a população pobre no Brasil, uma vez que cerca de 70% dos recursos do programa alcançaram os 20% mais pobres, reduzindo a pobreza em 15% e a extrema pobreza em 25%. A conclusão consta do trabalho feito por pesquisadores do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) que analisou “Os efeitos do Programa Bolsa Família (PBF) sobre a pobreza e a desigualdade: Um balanço dos primeiros 15 anos”.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

“O Bolsa Família também responde por 10% de redução da desigualdade no Brasil, entre 2001 e 2015. Esse impacto é relevante, tendo em vista o baixo custo do programa, de apenas 0,5% no Produto Interno Bruto (PIB)”, disse o pesquisador do Ipea Pedro Ferreira de Souza. Ele participou do balanço dos impactos do Bolsa Família sobre a condição de vida das famílias beneficiadas, lembrando que se trata de uma das principais políticas sociais do governo federal.

O aumento de cobertura foi importante para os bons resultados do Programa. O número de beneficiários do Bolsa Família passou de 6 milhões de famílias em 2004 para 13,3 milhões de famílias em 2017, ano no qual o programa possibilitou que 3,4 milhões de pessoas deixassem a situação de pobreza extrema e outras 3,2 milhões superassem a pobreza.

Contudo, o estudo também ressalta que os desafios permanecem, uma vez que 64% dos beneficiados pelo Bolsa Família continuam em situação de extrema pobreza. Isso pode ser explicado pelo valor médio transferido mensalmente para cada família – cerca de R$ 180, em 2017. “O valor modesto impede que o programa seja ainda mais eficaz no combate à pobreza no país”, ponderou o pesquisador do Ipea.

A análise dos impactos gerados pelo programa de transferência de renda feita pelo Ipea foi baseada em dados da Pesquisa Anual por Amostra de Domicílios (Pnad), de 2001 a 2017, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Fonte: Ascom IPEA

Postado em 07/08/2019
Compartilhe:

3 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • [email protected] | 2 semanas, 3 dias atrás

    Esse programa tem que continuar, contando que seja temporário e condicionado a cursos profissionalizantes aos seus beneficiários.

    2 2 Responder

  • Lagoense | 2 semanas, 3 dias atrás

    Diminuiu a pobreza com cem mirreis por mês...diminuiu a pobreza foi de alguns espertalhões que roubaram os cofres públicos

    5 1 Responder

  • Leidy Katia Justino | 2 semanas, 4 dias atrás

    essa bousa familha mi ajudou dimais, parabems ao lula

    5 6 Responder