Publicado em 06/08/2018 por Maurício Rocha
Compartilhe:

Artistas e organizadores já trabalham na preparação do Balaio de Arte e Cultura 2018

Com uma expectativa de público de mais de 50 mil pessoas, a Associação Balaio de Arte e Cultura prepara uma programação recheado de atrações inéditas e que promete muita emoção.

Quem passa pela avenida Getúlio Vargas já percebe a movimentação do Balaio de Arte e Cultura 2018 – Cidade Esperança. A enorme estrutura que vai receber os mais diversos espetáculos já começou a ser montada. Este ano, a programação terá duração de seis dias (de 14 a 19 de agosto). Com uma expectativa de público de mais de 50 mil pessoas, a Associação Balaio de Arte e Cultura prepara uma programação recheado de atrações inéditas e que promete muita emoção.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

Em sua 8ª edição, o Balaio de Arte e Cultura 2018 traz como tema “Cidade Esperança – Vamos precisar de todo mundo”. A programação vai incluir espetáculos de teatro, artesanato, dança, exposições, literatura, gastronomia, artes visuais e muita música.  Muitos dos espetáculos foram criados especialmente para o Balaio.

Cerca de 5 mil pessoas, entre artistas, voluntários e fornecedores, vão participar da edição 2018 do Balaio de Arte e Cultura – Cidade Esperança.  “A esperança nunca foi tão necessária e urgente para nosso país. Trabalhar esse tema por meio das artes é uma excelente forma de interagir com a sociedade. Com espetáculos de renome nacional e a participação de diversos grupos de nossa cidade, esta edição se reinventa, colocando a arte em diálogo com a temática da esperança”, destacam os organizadores.

“Uma informação importante e que merece destaque é o fato de que em anos anteriores, durante o evento, as ocorrências policiais tiveram uma diminuição considerável em nosso município (informação apresentada pela Polícia Militar). Tal fato nos mostra a relevância da arte e da cultura na transformação da cidade. Um evento democrático, 100% gratuito, o qual possibilita ao seu público outras perspectivas, outras formas de vivenciar e fazer ecoar a esperança por dias melhores”, conclui

Para mais informações e a programação completa do Balaio de Arte e Cultura 2018, acesse: balaioartecultura.com.br

Imagens atualizado em 06/08/2018 • 12 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 06/08/2018
Compartilhe:

8 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Geraldo Fonseca | 2 meses, 1 semana atrás

    Pra mim isso não passa de um evento pra gente metido a besta.

    0 1 Responder

  • Malaquias | 2 meses, 1 semana atrás

    Acho muito legal isso tudo! O balaio ficou bem melhor quando passou a ser apresentado na praça Getúlio Vargas, onde qualquer um pode participar e assistir às atrações disponíveis... Tem gente que reclama, mas eu acho bem legal ver a praça movimentada, cheia de atrações e diversidade de alimentos

    2 1 Responder

  • joao bolao | 2 meses, 1 semana atrás

    Chupa Sindicato Rural de Patos de Minas.

    0 1 Responder

  • r | 2 meses, 1 semana atrás

    deveriam fazer isto é la no parque . vai é atrapalhar o transito no centro .

    2 10 Responder

  • r | 2 meses, 1 semana atrás

    deveriam fazer isto é la no parque . vai é atrapalhar o transito no centro .

    1 7 Responder

  • Zé Pikeno | 2 meses, 1 semana atrás

    A pergunta que não quer calar: Pobre pode ir ao evento? Aqui em Patos há um velho hábito de achar que cultura é pra quem é rico. Cultura é pro povo. Vamos parar com isso!!!

    6 3 Responder

    maria lavadeira da vila operaria - 2 meses, 1 semana atrás

    pobre não tem interesse em cultura em ensino ,em educação , em aprendizado ,em disciplina , em respeito , em valores . isto tudo quem tinha que dar são a famílias e, não dão . pobre quer é bolça vagabundagem ,é fumar um bazé , fazer farra ,ficar de boa. se tu achas que estou exagerando ou mentindo , vá a uma escola da periferia e pede pra assistir uma aula escondido . tu vai ver que os pobres querem é fuzarca .

    5 4

    uai - 2 meses, 1 semana atrás

    A cultura é para todo mundo. Bem como o evento e as atrações... a maioria são entrada franca, e somente algumas pedem algum alimento não perecível em troca do ingresso! Um evento feito na principal praça de Patos para que seja acessível a TODOS.

    2 1