Publicado em 06/04/2017
Compartilhe:

Aquecimento das exportações estimula produção na indústria automobilística

No trimestre, foram produzidas 491,7 mil unidades, 24% mais do que no mesmo período do ano passado.

Com o aquecimento das vendas externas, as montadoras instaladas no Brasil conseguiram ampliar a produção do setor em março, com a saída das fábricas de 234,7 mil veículos, número 17,1% maior do que em fevereiro último, e 18,1% acima de igual período do ano passado. No trimestre, foram produzidas 491,7 mil unidades, 24% mais do que no mesmo período do ano passado.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Medic Imagem

Os dados foram apresentados hoje (6) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). O presidente da entidade, Antônio Megale, atribuiu o aumento das vendas internas ao fato de março ter um número maior de dias úteis (23) e, também, à demanda aquecida de empresas que estavam fazendo a troca de frotas.

O bom desempenho foi puxado pelas exportações, com alta de 51,5% em valores (US$ 3,34 bilhões ) no trimestre, comparado ao acumulado de janeiro a março de 2016. Sobre março do ano passado, o volume financeiro exportado cresceu 57,4%, e sobre fevereiro último, 11,3%. Também aumentou o volume embarcado para fora do país, totalizando 68,4 mil unidades, 3,3% superior a fevereiro. No mesmo mês de 2016, o número de veículos negociados no exterior avançou 64,6%.

No mercado doméstico, as vendas também superaram as registradas em fevereiro, com alta de 39,4% e venda de 189,1 mil unidades. O volume também ficou 5,5% acima do registrado em março do ano passado. No entanto, no acumulado do trimestre, houve retração de 1,9%.

Reformas

Ao apresentar os dados, Megale defendeu reformas estruturais para o país como forma de resgatar o investimento externo e a partir daí gerar mais postos de trabalho, o que criaria maior poder de compra para o brasileiro. O presidente da Anfavea disse que prevê um crescimento nas vendas internas de 4% e estabilidade a partir de abril, com retomada “mais robusta” no segundo semestre. “Esperamos que no segundo semestre ocorra maior crescimento, o que deve compensar a estabilidade do primeiro semestre.”

Na opinião de Megale, para que a indústria automobilística volte a crescer de forma expressiva, é preciso que haja maior dinamismo nos investimentos em infraestrutura.

Emprego

O número de trabalhadores do setor diminuiu 6%, nos últimos 12 meses, atingindo em março uma base de 121,1 mil empregados. Questionado para explicar essa queda em um momento de alta na produção, o presidente da Anfavea justificou que as empresas têm investido mais em produtividade.

Fonte: Agência Brasil

Postado em 06/04/2017
Compartilhe:

0 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.