349669 2216 Ok
Caiçaras - Full Banner
Publicado em 03/10/2017 por Maurício Rocha
Compartilhe:

Após sofrer agressões, aposentada de 70 anos implora por internação da filha viciada em crack

Maria Luzia está implorando por uma clínica para o tratamento da filha.

Chegar aos 70 anos de idade não foi garantia de sossego para a dona Maria Luzia Calixto Silva. A aposentada está sofrendo com a filha caçula que é dependente de crack. Na manhã desta terça-feira (03), as duas foram parar na Delegacia, a mãe vítima e a filha autora de agressões. Maria Luzia está implorando por uma clínica para o tratamento da filha.

A aposentada disse que teve que acionar a Polícia duas vezes. A filha Vanessa Maria Silva, de 34 anos, ficou agressiva por não conseguir dinheiro para comprar drogas. Segundo a dona Maria Luzia, ela foi levada para a Delegacia e, liberada, chegou em casa ainda mais agressiva, chutando a porta e quebrando os pertences da família.

A Polícia Militar foi acionada de novo e levou Vanessa para a Delegacia. Segundo a polícia, ela teria agredido a mãe de 70 anos e também a filha. A dona Maria Luzia ameniza o caso e disse que não houve agressões, mas a aposentada disse que não suporta mais tanto sofrimento. Ela relata que o problema se repete toda vez que não tem dinheiro para dar para a filha comprar droga.

Vanessa tem medo de ir parar no Presídio, mas diz que não consegue controlar o vício. Ela também faz tratamento com remédio controlado. A dona Maria Luzia diz que já procurou as autoridades e está implorando por um tratamento para a filha. Ela mora no bairro Nossa Senhora Aparecida e diz que não tem condições de pagar a internação em uma clínica de reabilitação.

As pessoas que puderem ajudar a família, o endereço é Rua São Benedito, número 130 – Bairro Nossa Senhora Aparecida.

Imagens atualizado em 03/10/2017 • 9 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 03/10/2017
Compartilhe:

29 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Rayane Cristine | 2 meses, 2 semanas atrás

    Olha mãe Sheila Cordeiro

    2 0 Responder

  • CEBOLINHA | 2 meses, 2 semanas atrás

    È só ela procurar uma unidade de saúde que o medico avalia, encaminha para o CRAS e eles providenciam a internação compulsória dela.

    1 0 Responder

  • Juliana Cristina Borges Gonçalves | 2 meses, 2 semanas atrás

    Misericordia pedimos à Deus q ele mude a situacao dessa mae com sua filha!!

    8 0 Responder

  • DIGAO | 2 meses, 2 semanas atrás

    Kd o rapaz dono da clinica que deu ate entrevista na televisão qd ajudou uma moça?? Tá na hora de ajudar essa senhora meu Deus!!!

    4 0 Responder

  • VIda Loka 2 meses, 2 semanas atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

  • Inêz Nunes | 2 meses, 2 semanas atrás

    O Geraldo Luiz da Record ajuda tantas pessoas que estão assim. Eu moro muito longe de Patos de Minas, se estivesse ao meu alcance tentaria ajudar. Sei que existem muitas pessoas boas nesta cidade, quem sabe alguém solidarize com esta Senhora e se disponha a ajuda-la e a filha.

    9 0 Responder

  • Poliana Dayane Marins | 2 meses, 2 semanas atrás

    Acho o seguinte droga, álcool,capeta e tudo desculpa pra falta de caráter já fui usuária e nunca fiz essas coisas

    5 22 Responder

    V, R. A. - 2 meses, 2 semanas atrás

    Poliana, se vc faz este tipo de colocação e ainda diz que é falta de caráter, talvez com sua experiência, você possa ajudar em algo. Ou acha que também que pimenta nos olhos alheios é refresco?

    18 0

  • Adalberto | 2 meses, 2 semanas atrás

    Muito triste ver isso acontecer. O poder publico tipo podia ajudar essa mãe. A filha dela infelizmente é muito mal elemento. Precisa de ajuda e tipo precisa pagar pelo mal que já causou pra família.

    12 1 Responder

  • Papagalo | 2 meses, 2 semanas atrás

    Muita força para esta mãe sofrida, que ajude sua filha a reencontrar o caminho, se livre das drogas para esta mãe tenha uma velhice digna, ela merece!

    22 0 Responder

  • REALISTA | 2 meses, 2 semanas atrás

    Drogas é isso aí, começa na farra, por prazer....e termina com a dependencia quimica e problemas psiquiatricos, vira doença dificilima de se livrar. Sao pouquissimas pessoas q conseguem usar drogas sem perder o controle e destruir sua vida e levar a familia junto. Ha pessoas q sao mais resistentes a desenvolverem dependencia quimica, q usam varios tipos de drogas e nao se viciam.Ja muitos, basta uma vez p se afundarem. Na duvida, nao use! Agora nao adianta tratar o assunto com bla bla bla religioso, se drogas nao dessem prazer ninguem usava. Só q é um beneficio q cobra um preço caro.

    7 10 Responder

carregar mais comentários