349669 2216 Ok
Publicado em 29/09/2017
Compartilhe:

Após denúncias no Procon, evento cancelado em Patos de Minas será investigado pela PC

Após inúmeras denúncias, o órgão municipal busca esclarecer cancelamento de evento e o ressarcimento aos consumidores.

Dr. Luiz Mauro Sampaio - Delegado Regional e Rafael Godinho Nogueira - Coordenador do Procon.

O Procon de Patos de Minas encaminhou, hoje (29/09), à Polícia Civil, o ofício nº 20/2017/PROCON sobre possível crime contra consumidores da cidade. O órgão municipal recebeu inúmeras reclamações sobre o evento Deep Garden, que aconteceria no interior do Estádio Bernardo Rubinger de Queiroz, às 23h59, do dia 11 de agosto de 2017 e que foi cancelado.

Os consumidores informaram que, após adquirirem os ingressos, o evento foi cancelado por seus organizadores e que, além de não justificarem o ato, também não procederam com o ressarcimento do dinheiro pago pelo convite. Ainda de acordo com as denúncias, a organização da festa, por diversas vezes, informou datas para o reembolso dos consumidores, mas até o presente momento, a devolução não foi efetivada.

Diante dos fatos, o Procon – Patos de Minas instaurou a investigação coletiva nº 02/2017, visando à resolução da situação. Num primeiro momento, o órgão de proteção e defesa do consumidor solicitou à diretoria do Esporte Clube Mamoré, onde o evento aconteceria, que fosse encaminhado o contrato de locação entre a entidade esportiva e os organizadores do evento, o que foi prontamente atendido. De posse do documento, o realizador da festa, que mora em Belo Horizonte, foi identificado.

O Procon encaminhou ao organizador da festa o Ofício nº 17/2017/PROCON solicitando que ele comparecesse à sede do órgão de proteção e defesa no dia 28 de setembro de 2017, às 15h, para que fosse apresentada uma solução pacífica sobre a questão. Porém, em que pese estar devidamente intimado, com assinatura no Aviso de Recebimento, o promotor de eventos não atendeu ao chamado.

Para o coordenador do órgão, Rafael Godinho Nogueira, a atitude demonstrou desrespeito. “A conduta abusiva por parte do promotor de eventos em face à coletividade dos consumidores motivou-nos a reportar a questão ao delegado regional, Luiz Mauro Sampaio, pleiteando que sejam tomadas as medidas judiciais cabíveis visando por termo às condutas ilegais e reparando os danos já experimentados”, esclareceu o coordenador do Procon.

Todo o processo de investigação realizado pelo órgão municipal, com mais de 100 páginas, foi entregue na Delegacia Regional de Patos de Minas para que se tomem as providências cabíveis.

Fonte: Ascom Prefeitura Municipal de Patos de Minas

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Postado em 29/09/2017
Compartilhe:

48 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Tenso | 2 meses, 1 semana atrás

    Que bom hein!! Será que o promotor ou delegado ficaram sabendo do caso da correspondente bancaria da galeria que deu golpe em muita gente aqui e deu no pé...ppr que eu fui que perdeu dinheiro la pagando minhas contas e ouvi no juizado de pequenas causas que mover um processo era perda tempo ,por que ela localizada responderia criminelmente so isso e ainda me disse " so isso " que deve ssr uns dias na tranca e nada mais ,agora deve ter muito bacana que comprou o ingresso né ai tem mostrar serviço.

    0 1 Responder

  • João Vitor Ribeiro Campos | 2 meses, 2 semanas atrás

    Diego Gondim

    4 0 Responder

    Bolado - 2 meses, 2 semanas atrás

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    2 0

  • Alessandra Caixeta | 2 meses, 2 semanas atrás

    Gisele Caixeta Francielle Muniz Elliston Júnior

    1 0 Responder

    marcelo - 2 meses, 2 semanas atrás

    pq francielle muniz?

    1 1

    marcelo - 2 meses, 2 semanas atrás

    pq vc colocou o nome da francielle muniz? é minha esposa,pq ela está no seu comentario?

    1 2

  • Gustavo | 2 meses, 2 semanas atrás

    A foto não condiz com a reportagem, toda reportagem do Procon parece que o cara aí não representa seriedade o que eu acredito que é rapaz sério e competente.

    0 6 Responder

  • Humberto Pacau | 2 meses, 2 semanas atrás

    Tem rolo, o Mamoré está no meio !! NORMAL !!!!!!!!!!!!!!!!

    5 9 Responder

  • Carol Vieira | 2 meses, 2 semanas atrás

    Georgya Andrade

    2 7 Responder

  • Maria Clara Alves | 2 meses, 2 semanas atrás

    Gabrielle Campos

    3 7 Responder

  • Leandro Braga de Freitas 2 meses, 2 semanas atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

    Pasquale C. Neto - 2 meses, 2 semanas atrás

    Você quer dizer "Avalizou"? Claro que não! Que português, hein? Como você pode ter poder de argumentação com um português assim???

    1 3

  • Karen Costa | 2 meses, 2 semanas atrás

    Rosana Pereira Costa

    1 11 Responder

  • Wesley Castro | 2 meses, 2 semanas atrás

    Perdeu playboy já Élvis dinheiro

    5 7 Responder

carregar mais comentários