349669 2216 Ok
Banner Unipam 2017 - Institucional
Publicado em 30/05/2017 por 0
Compartilhe:

Acusado de matar desafeto é condenado a 12 anos de prisão em primeiro Júri no novo Fórum

O julgamento presidido pelo juiz Vinícius de Ávila Leite é de um homem que foi denunciado pelo Ministério Público pela morte de um dependente químico.

O Tribunal do Júri funciona pela primeira vez no novo Fórum.

O novo Fórum da Comarca de Patos de Minas está abrindo o Tribunal de Júri pela primeira vez na tarde desta terça-feira (30). O julgamento presidido pelo juiz Vinícius de Ávila Leite é de um homem que foi denunciado pelo Ministério Público pela morte de um dependente químico que não conseguiu pagar a dívida que tinha com o tráfico de drogas.

Estudantes foram convidados para assistirem a primeira sessão de julgamento no novo fórum. Pessoas da comunidade, advogados e estudantes de direito também foram conhecer às novas instalações. O promotor Paulo César de Freitas disse estar honrado em participar do primeiro julgamento no novo Tribunal do Júri.

No banco dos réus estava Willian Fernando de Sena Santos, conhecido como Tiziu. Ele foi denunciado pelo Ministério Público pelo assassinato de Wenderson Geraldo da Silva. O crime aconteceu em setembro de 2008 no Beco São Jorge, no bairro Nossa Senhora Aparecida. O rapaz foi assassinado com um tiro nas costas e outro na nuca.

Willian confessou o assassinato, mas alegou legítima defesa. Ele disse que estava sendo perseguido por Wenderson, que estaria cobrando uma dívida por causa de drogas. Para o Ministério Público a situação foi inversa. Willian é o traficante e teria matado Wenderson para cobrar dívida com o tráfico de drogas.

O promotor de justiça, Paulo César de Freitas, destacou que após o homicídio, Willian foi apontado como autor de outros dois homicídios, sendo absolvido por falta de provas, uma tentativa de homicídio contra três pessoas, disparo de arma de fogo em via pública e tráfico de drogas.

Willian Fernando de Sena Santos foi condenado a 12 anos de prisão por homicídio qualificado por motivo torpe. A sentença estipula que a pena seja cumprida inicialmente em regime fechado.

Matéria atualizada às 20h20min.

Imagens atualizado em 30/05/2017 • 9 fotos

Autor: Maurício Rocha

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Autor: 0 Postado em 30/05/2017
Compartilhe:

18 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • franco | 5 meses, 3 semanas atrás

    O que precisa mesmo é voltar a regra do olho por olho e dente por dente.Assim quem comete um crime sabe que o mesmo acontecerá com ele.

    1 1 Responder

  • Zé Pikeno | 5 meses, 3 semanas atrás

    Me perdoem, mas este salão não chega aos pés do salão antigo. Tomara que seja melhor em eficiencia.

    9 0 Responder

  • Chico | 5 meses, 3 semanas atrás

    Duro é um crime que aconteceu em 2008 ser julgado apenas em 2017, essa é a eficiência da justiça brasileira.

    26 0 Responder

  • Experiencia 5 meses, 3 semanas atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

  • REPUBLICADASBANANAS | 5 meses, 3 semanas atrás

    Independentemente de quem seja e que circunstâncias eram, como uma pessoa que é ligada a tráfico de drogas, mata outra, confessa e ainda é suspeita de outros 3 assassinatos, com tiro nas costas e na nuca pode pegar apenas 12 anos de cadeia? Será que acham que vai consertar nos presídios desta republiqueta? BRINCADAGEM. NÉ?

    25 4 Responder

    Marcão - 5 meses, 3 semanas atrás

    Detalhe, inicialmente fechado ,daqui alguns meses tá na rua esse delinquente

    22 3

    Aninha - 5 meses, 3 semanas atrás

    Depois que cumpre 1/3 da pena pode responder em liberdade.

    0 0

  • FERREIRA X9 | 5 meses, 3 semanas atrás

    Será que a Justiça vai prestar pra alguma coisa? Senão será aquele velho slogan: POLÍCIA PRENDE, JUSTIÇA SOLTA. Simples assim.

    23 1 Responder

  • o bao | 5 meses, 3 semanas atrás

    o tal bandido e burro mesmo vive mais na cadeia do que solto kkkkk trafica trafica e quando e preso perde tudo pois e produto do trafico ,e pior e ver as mulheres desses bandidos levarem drogas no fiofo e na chereca ,so para manter o vícios desses marginais ,fico com dó das mulheres quando passo na frente do presídio ,pois ali tem muitas com drogas no corpo ,usando seu corpo como sacolas para levar porcaria :confused: :confused:

    16 3 Responder

  • PAULO | 5 meses, 3 semanas atrás

    pessoal sera que estou errado ?um criminosso nao deveria estar algemado ?nao vivo no BRASIL por aqui nao se ve isto nao .alguem que entende ai da uma ajuda por favor .a e por favor nao venha falar de erro de PORTUQUES.

    9 6 Responder

    Joana D'arc - 5 meses, 3 semanas atrás

    Não mesmo de acordo com nossa legislação preso só deve ser algemado se apresentar risco ;)

    9 3

    Sara Viana - 5 meses, 3 semanas atrás

    O uso de algemas durante julgamento fere os princípios da dignidade humana e da ampla defesa. Já que, salvo comprovada necessidade, não é " correto " submeter um cidadão algemado perante o tribunal do júri. Art. 474, § 3 ( terceiro) do Código de Processo Penal ( CPP).

    10 6

    Leo - 5 meses, 3 semanas atrás

    Eles chegam no fórum algemados mas normalmente o juíz pede que as algemas sejam retiradas.

    8 2

    Suputuba - 5 meses, 3 semanas atrás

    Se deixarem ele algemado, o julgamento será anulado, ele não será condenado e quem algemou será preso no lugar dele, irão jogar a chave da cela dele fora, pois será prisão perpétua e ainda terá que pagar uma indenização vitalícia para a família dele. Sem contar que os promotores e embaixadores dos Direitos Humanos iriam decretar o dia do fato, como sendo feriado nacional e alguns deles iriam até suicidarem de pena dele. esta é a atual realidade do Brasil

    24 1

    Resposta - 5 meses, 3 semanas atrás

    É vedada a utilização de algemas por parte do réu no tribunal do júri, exceto situações excepcionais, as quais devem ser devidamente justificadas. Caso contrário, corre-se o risco de o julgamento ser anulado. Neste caso, tendo em vista que os fatos aconteceram em 2008, é muito provável que o acusado não esteja preso preventivamente. A condenação foi em primeiro grau, certamente foi-lhe concedido o direito de recorrer em liberdade. Segundo recente decisão do STJ, em havendo confirmação da condenação em segunda instância, ele já poderá iniciar o cumprimento da pena, que no caso foi de 12 anos de reclusão, em regime fechado.

    7 1

  • Suputuba | 5 meses, 3 semanas atrás

    Tinham que chamado a banda de música para a inauguração...

    17 0 Responder

  • o carimbador maluco | 5 meses, 3 semanas atrás

    Que honra hein !!!!!

    14 0 Responder

    Conversa rolando - 5 meses, 3 semanas atrás

    Esse é o tal famoso Tizil, que através dos seu homicídios, causou a rivalidade entre os bairros vila operária e nossa senhora Aparecida"antena"? Quanta honra dérbi primeiro a ser julgado, pois através dele muitos morreram, e ele tá se apresentando de roupa normal, sem uniforme do presídio, o que quer dizer que já tá solto, respondendo em liberdade, e agora vai pagar 12 anos de prisão, "inicialmente"em regime fechado, ou seja, daqui uns dias tá na rua de novo, tá fácil matar no Brasil, a polícia prende mas a própria justiça solta! Precisando dar uma mexida nessas leis de milnovecentos e bolinhaaaa

    8 0

carregar mais comentários